Crítica: Freaky – No Corpo de um Assassino | Uma divertida e sanguinolenta história adolescente de terror

Christopher B. Landon, o diretor de A Morte de Da Parabéns 1 e 2 retorna para seu mais novo filme Freak: No Corpo de um Assassino, que busca manter...

Christopher B. Landon, o diretor de A Morte de Da Parabéns 1 e 2 retorna para seu mais novo filme Freak: No Corpo de um Assassino, que busca manter o mesmo estilo e temas criados por ele nos filmes anteriores. Ele traz consigo para o filme o veterano Vince Vaughn e a estrela em ascensão Kathryn Newton. Contudo o que esse filme consegue entregar?

O Retorno dos Filmes de Terror Trash

Fazendo uma breve parábola antes de partimos para a critica do filme, vale notar que recentemente estamos vivendo uma nova era de filmes de Terror Trash. Esses filmes tiveram muito destaque nos anos 80 e 90 com seu principal nome Evil Dead. Filmes como esse que tem como principal destaque a violência e sangue excessivo tendo um humor negro ali e tendo em sua maioria efeitos práticos.

Essa nova onda de filmes de Terror Trash veio misturada a outro grande clichê da época que são os filmes adolescentes que ao se misturarem, parecem ter renascido e até mesmo criado um subgênero. Filmes como A Babá da Netflix e A Morte te da Parabéns trazem elementos dos dois gêneros buscando uma história divertida, cheia de clichês mas única.

Freaky: No Corpo de um Assassino

Agora retornando para o nosso filme que acompanha uma garota (Kathryn Newton) que acaba trocando de corpo com um serial killer (Vince Vaughn), o destaque acaba sendo o carisma dos personagens dessa história. Vince Vaughn não é um dos melhores atores de Hollywood, mas fez trabalhos interessantes nos últimos anos e aqui ele mostra seu jeito com a comédia, que consegue ser o grande destaque do filme. Já a protagonista também possui uma boa atuação e passa carisma, mas nada que seja acima da média, cumprindo seu papel no filme.

Os personagens secundários conseguem equilibrar e manter o tom de humor do filme de forma coesa, e também tem um propósito ali sendo responsáveis por dar continuidade a história.

O enredo em si é simples, mas o filme sabe disso e utiliza dos clichês para criar momentos de muitas risadas e que em nenhum momento te faz olhar e falar “Mas eu já vi isso antes”. O roteiro consegue entregar além de uma narrativa e diálogos naturais para a trama, consegue ser atual onde traz personagens de diversas etnias e sexualidades o que cria uma empatia com o novo público.

Os efeitos práticos do filme que se remetem ao terror trash são bem feitos e criativos. Durante o filme vemos que os criadores do filme se divertiram fazendo cada morte e buscando transmitir isso ao público.

Freaky: No Corpo de um Assassino é mais uma peça dessa nova etapa da volta dos filmes de Terror Trash, e consegue entregar uma divertida, sanguinolenta e ao mesmo tempo clichê história adolescente.




Nerd, Otaku, Gamer, Zueiro e tudo que há de bom! O criador do projeto Nerd Zoom, tentando levar os Nerds aonde nenhum fã jamais foi...

Relacionados