Zoom em Quadrinhos | Coleção Histórica Marvel: Hulk – Vol.1

Resenha crítica do primeiro volume da Coleção Histórica Marvel do Incrível Hulk....

MAS O QUE É ISSO? É UM TERREMOTO? É UMA BOMBA? É O FIM DO MUNDO?

Ah não, é só o Hulk pulando corda…

O gigante esmeralda é quase unanimidade entre os leitores. É um personagem carismático, divertido, e com excelentes fases e histórias. E as Coleções Históricas Marvel podem ser resumidas a essa palavra: diversão.

O encadernado da Panini Comics, com 164 páginas, compila as edições 223-229 da revista Incredible Hulk e também conta com o Hulk Annual 7, que possuem roteiros de Roger Stern e desenhos de Sal Buscema. Como é de tradição, a primeira edição vem com um box para guardar os 4 volumes.

Imagem relacionada

Na trama deste primeiro volume, ou melhor, as tramas, o Dr. Bruce Banner retorna à base gama, após aparentemente ter sido “curado”, não conseguindo mais se tornar o Hulk. Só que nós sabemos que alegria de pobre dura pouco, e para a infelicidade do Dr.Banner, de Leonard Samson, psiquiatra que mais parece um gorila com grama na cabeça, e do famigerado General Ross, o Líder, famoso arqui-inimigo do Hulk, consegue adentrar a Base Gama e facilmente tomar controle, acabando com qualquer resistência. Claro, seus objetivos são os mais piegas e clichê possíveis, dominar a Terra e todo aquele bla-bla-bla genérico. Esses vilões não tiram férias, não? Nunca tomara uma água de coco na praia?

Entretanto, os sofrimentos do Golias Esmeralda haviam apenas começado; com o desenvolvimento da história, ele ainda tem que enfrentar seu próprio amigo, Dr. Samson, sentar no divã e conhecer mais de si mesmo, se unir aos “mutunas” X-men, e lutar contra o próprio exército! É muito para uma pessoa só, não? Ou seriam duas? Ixi…

A história é tão divertida e nostálgica, que 164 páginas não são suficientes para saciar a sede do leitor. O clima descontraído torna a leitura um prazer, e mostra, também, o ponto de vista do Hulk em relação à realidade, afinal, na visão de outros protagonistas Marvel, o Golias é sempre um bonachão caótico. Tendo quase 30 anos, a revista ainda é um deleite, para leitores de todas as idades (a menos que você seja um lombadeiro, fã de capa dura rabugento).

A publicação acerta em cheio uma das melhores fases do Gigante Esmeralda, aumentando ainda mais a expectativa para os próximos volumes. Agora, só cabe a nós, meros mortais, aguarda (NÃO VALE LER POR SCAN, SEU DELINQUENTEZINHO!).

Ah, e antes de mais nada… HULK ESMAAAAGA!

 

Imagem relacionada

Categorias
CriticasHQs/Livros | CriticasHQs/Livros | Marvel ComicsHulkMarvel comics

Leitor, colecionador apaixonado de HQs, e admirador da magia do cinema. Tento escrever sobre aquilo que amo.
Sem Comentários

Deixe uma Resposta

*

*

RELACIONADOS