Crítica: John Wick 3 – Parabellum

Confira a crítica do terceiro capítulo da saga de John Wick!!

Tudo o que um bom filme de ação deve fazer

Estúdios como a Paris Filmes, são os que mantém a diversidade do cinema ativa. Enquanto Disney e Warner, costumam apostar em grandes franquias com alto custo e alto lucro, a Paris Filmes e a antiga Fox (possuindo também a Universal intermediando esses dois estágios) traz ao telespectador histórias alternativas, pequenas e diferentes, além de produzir adaptações de vários livros “menos conhecidos”. Mesmo possuindo grandes sucessos de bilheterias ou crítica como Crepúsculo ou La La Land respectivamente, o estúdio se mostra como uma opção inovadora ao mercado cinematográfico.

John Wick é uma das recentes apostas do estúdio que deu certo e ganhou uma franquia. Sendo estrelada por Keanu Reeves, a franquia ficou conhecida pelas suas incríveis cenas de ação. E o terceiro filme não deixa a desejar nem um pouco neste quesito. A história continua do mesmo ponto onde terminou o segundo o filme, logo após Jonathan Wick quebrar uma das regras da Alta Ordem dos Assassinos e matar uma pessoa dentro da “Zona Neutra”, no caso o Hotel Continental. Portanto, esta “ação tem uma consequência”. O assassino então começa a fugir, já que dentro de alguns minutos sua cabeça irá valer 14 milhões ao assassino que matá-lo.

O filme começa com esta premissa repleto de ação e segue assim até seu final. Com uma boa história e cenas de ação que não chegam nem a tirar o fôlego, pois de tão boas e longas que são produzidas não suportaria ficar sem fôlego. O Assassino apesar de não ter trejeitos de alguém que se deve temer, consegue matar seus oponentes da mais variada forma possível de sendo natural dentro da coreografia da luta. Há mortes do começo ao fim do filme, e a cada luta uma coreografia nova e impecável. Posso citar que a cena onde ele luta ao lado de Sofia(Halle Berry) e seus dois cachorros é insana, e talvez uma das melhores do cinema recentemente envolvendo luta corpo a copo e armas.

Sendo o terceiro filme de uma franquia que chama a atenção principalmente pelo detalhe da matança e cenas de ação, o filme consegue inovar e manter uma história conectada aos outros filmes. Pode não ter sido a ultima missão do nosso John Wick, mas foi mais um bom filme de ação e planos sequência impressionante, com boas pitadas de humor sem forçar em momento algum do filme.

Como faz tempo que não postamos gostaria de relembrar que no quesito Crítico avalio também questões como figurino, falhas técnicas, iluminação, fotografia e etc. Porém como telespectador foco em avaliar a inovação no filme e em como ele entretém o público no qual vai assistir ao filme apenas pra isto, sem se importar com pequenos defeitos apenas por ser um filme.

John Wick 3: Parabellum
8.8
John Wick 3: Parabellum
Bom
  • Excelentes cenas de ação
  • Boa narrativa
  • Nota como Crítico
    8.5
  • Nota como Telespectador
    9
Categorias
CríticaCriticasDestaqueFilmes | Criticas
Sem Comentários

Deixe uma Resposta

*

*

RELACIONADOS