Hobbs & Shaw, derivado da franquia Velozes e Furiosos estreou na última semana com US$ 60 milhões, manteve a liderança nas bilheterias americanas com US$ 25 mi, totalizando US$ 108 mi arrecadados nos EUA. No Brasil, o filme se manteve na segunda posição com R$ 7 mi arrecadados. Ao todo, mais de 1,5 milhão de ingressos foram vendidos no país e sua arrecadação total está nos RS 26 mi. Mundialmente, o longa arrecadou US$ 331 mi até agora, ou seja, não é um valor ruim, mas não chega nem perto do desempenho do filme da franquia principal. Em algum lugar do mundo Vin Diesel observa isso tudo com um sorrisinho maldoso. Para quem não se lembra, ele e The Rock andaram brigando nos bastidores do último filme (o ego de cada um é gigantesco) e a relação de ambos azedou mais ainda quando The Rock convenceu a Universal a adiar o lançamento de Velozes e Furiosos 9 para 2020, usando a data que seria de seu lançamento para acomodar a estreia de Hobbs & Shaw.

No segundo lugar do top 5 americano vem o longa produzido por Guillermo Del Toro – Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro – que estreou com 21 milhões de dólares, arrecadados a partir de um público 57% composto por mulheres e 54% com mais de 25 anos. O filme teve nota C dada pelo público ao site CinemaScore, o que significa uma recepção bem morna. No Brasil, o filme estreou na 5ª posição, com cerca de R$ 1 mi arrecadados e quase 69 mil ingressos vendidos.

No terceiro lugar do Top 5 americano vem O Rei Leão, com US$ 20 milhões arrecadados e US$ 473 mi ao todo nos EUA. No Brasil o longa continua no topo, com R$ 13 mi arrecadados neste último final de semana. Mais de 13 milhões de ingressos foram vendidos desde a estreia, o que deu à Disney um lucro de R$ 228 mi nos cinemas brasileiros. Mundialmente, o longa já angariou US$ 1.33 bi.

O terceiro lugar nas bilheterias brasileiras ficou com o documentário sul-coreano BTS – Bring The Soul: The Movie, que retrata o dia-a-dia do grupo musical de K-POP BTS durante uma turnê na Europa. O longa rendeu cerca de R$ 1.4 mi, o que é um valor alto, considerando que o filme se trata de um documentário. Mais de 97 mil ingressos foram vendidos.

O quarto lugar nos EUA ficou com a adaptação Dora Aventureira, que estreou com US$ 17 mi, recebeu nota A do público no CinemaScore, o que é bom e, assim como Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro, teve 57% do público composto por mulheres e 54% de adultos acima dos 25 anos. O filme chega aos cinemas brasileiros dia 15 de agosto.

Já o quarto lugar nas bilheterias brasileiras ficou com o drama Meu Amigo Enzo, que conta a história de amizade entre um piloto de corridas e seu cachorro de estimação. O longa arrecadou R$ 1.2 mi a partir da venda de mais de 74 mil ingressos. Nos EUA, o filme ficou no sexto lugar com 8 milhões de dólares. 62% do público era feminino e 59% tinha mais de 25 anos.

Fechando o top 5 americano está Era Uma Vez em…Hollywood, com US$ 11 mi. O filme de Tarantino se tornou o segundo longa original do ano a ultrapassar US$ 100 mi em arrecadação nos EUA, o primeiro foi Nós, de Jordan Peele. Era Uma Vez em…Hollywood chega estreia no Brasil na próxima quinta.

Entre as outras estreias brasileiras está o longa baseado na HQ da extinta editora Vertigo – Rainhas do Crime, que explora a realidade de três mulheres obrigadas a assumirem o comando da máfia, enquanto os maridos estão presos. O longa estreou em nono lugar nas bilheterias brasileiras, com 337 mil reais arrecadados e 14 mil ingressos vendidos. Nos EUA a situação não foi muito melhor e o filme faturou apenas US$ 5.5 milhões. Recebeu nota B- no site CinemaScore, 51% do público era feminino e 89% tinha mais de 25 anos.

Outra estreia no cinema brasileiro foi a biografia Simonal, que obviamente narra a história do cantor Wilson Simonal, um astro da música popular nacional em ascensão e que viu a carreira ser destruída ao ser acusado falsamente de apoiar o regime ditatorial que governava o país na época. O longa arrecadou 474 mil reais a partir de 22 mil ingressos vendidos e ficou na sétima posição do ranking nacional.

 

Top 5 Bilheterias Americanas – de 09 a 11/08 – Valor em Dólares
  1. Hobbs & Shaw – US$ 25.2 mi
  2. Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro – US$ 20.9 mi
  3. O Rei Leão – US$ 20.2 mi
  4. Dora Aventureira e a Cidade Perdida – US$ 17.4 mi
  5. Era Uma Vez em…Hollywood – US$ 11.6 mi

 

Top 5 Bilheterias Brasileiras – de 08 a 11/08 – Valor em Reais
  1. O Rei Leão – R$ 13.8 mi
  2. Hobbs & Shaw – R$ 7.4 mi
  3. BTS – Bring The Soul: The Movie – R$ 1.4 mi
  4. Meu Amigo Enzo – R$ 1.2 mi
  5. Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro – R$ 1 mi

 

Fonte: Box Office Mojo e Portal Exibidor.