O anime Shingeki no Kyojin é um dos mais populares recentemente, tendo recebido diversos elogios devido as a suas temporadas anteriores e ao mangá. E agora chegamos a última temporada do anime, visto que o mangá terminará até o meio desse ano de 2021. Entretanto a temporada final está sendo produzida pelo Studio Mappa, que vem causando uma grande repercussão devido ao fato deles usarem CGI nas animações dos Titãs e em algumas outras cenas.

E isso trouxe o ódio de parte da fandom do anime, onde diversas pessoas foram nas redes sociais atacar membros da equipe do studio com os mais diversos tipos de xingamentos e até mesmo ameaças de morte. E esse ataque ao que tudo indica só está aumentando, e isso trouxe rumores de que talvez o Studio decida não animar o final de Shingeki no Kyojin.

Olá meu amigo acabei de ver o episódio 6 do Attack on Titan. E foi bom, mas cara, por que você usa 3D em tudo, é tão feio pare com isso? Eu não entendo por que você está a manter essa merda. Eu deixo passar desta vez, mas da próxima vez não serei tão amigável.

 

Os xingamentos continuam, e alguns de acordo com as informações disponibilizadas estão sendo enviadas para diversos membros da equipe. Em meio a isso entretanto existe críticas das quais não utilizam de xingamentos e algumas positivas. Contudo ao ver esse tipo de comportamento online, o que se destaca são aqueles que “tomam a dianteira” e acham estar fazendo o melhor para o “fã”.

Mas Qual o Motivo da Animação ter sido passada para a Mappa?

Temos algumas informações interessantes que surgiram em uma edição da revista Newtype onde o produtor Kensuke Tateishi, do qual foi responsável pelas temporadas anteriores do anime e também trabalhou em outras obras como Fire Force, comentou sobre o assunto. Ele disse que a WIT Studio entrou em contato com ele durante a produção da terceira temporada, dizendo que não tinham mais interesse em adaptar o mangá, pensando em focar em suas obras mais autorais. A confirmação disso foi a produção de Great Pretender que foi lançado em 2020.

Ele complementou dizendo que o cômite (grupo responsável pelas negociações da adaptação do mangá) já havia começado a entrar em contato com várias empresas diferentes para trabalhar na quarta temporada, mas nenhuma delas disse sim. O motivo disso talvez seja que a obra tomou um escopo muito maior, e que diversos momentos grandiosos no mangá demandariam um investimento gigantesco do qual poderia até mesmo prejudicar outras obras dos studios.

 

 

 

 

 

 

O produtor Toshihiro Maeda também afirmou que alguns estúdios tiveram vontade de trabalhar na quarta temporada, entretanto não conseguiam encaixar a produção em sua agenda. E durante a entrevista, eles disseram que o único estúdio que mostrou interesse em adaptar a obra foi a MAPPA.

“O único estúdio que disse que consideraria isso foi o MAPPA. Quando falamos com o WIT sobre isso, eles disseram que poderiam ficar tranquilos sabendo que o trabalho estava nas mãos do MAPPA. Os produtores estavam de acordo, então a produção mudou para o MAPPA.” Disse Kensuke Tateishi. 

O estúdio mostrou dedicação e motivação para adaptar a quarta temporada dizendo ‘Shingeki no Kyojin deve ter um final adequado para o bem dos fãs’.  E a partir dai foi iniciado a produção da quarta temporada. Entretanto também havia outro problema enfrentado pelos membros do comitê do anime onde os direitos de transmissão da série havia sido vendido para a NHK, entretanto a responsável pela transmissão anteriormente, a MBS TV decidiu se manter investindo no projeto pela paixão que tinha na série, de acordo com o que foi dito na entrevista. E por mais que talvez realmente haja essa paixão, isso talvez cause um atrito entre os responsáveis, que possa aumentar com os comentários negativos na produção desta temporada.

E ao olhar para a equipe responsável por esta temporada, temos pessoas que apresentam trabalhos e um currículo de qualidade. Temos Yuichiro Hayashi como diretor, que trabalhou em animes como Dorohedoro e Kakegurui, e Hiroshi Seko supervisionando os scripts, do qual trabalhou em obras como Vinland Saga e Ajin.

Mas qual seria o motivo por trás do CGI?

O CGI, no caso a computação gráfica vem se tornando cada vez mais popular nas animações japonesas. Tivemos casos horrendos como Berserk, mas também situações interessantes como Beatstar nos últimos anos. E de certa maneira é incerto o motivo por trás da utilizaçao do CGI, mas podemos considerar que talvez isso seja feito devido a questões de orçamento e divisão da equipe.

Se comparar o orçamento de uma série animada transmitida na TV no Japão, com um filme feito para os cinemas como Kimetsu no Yaiba por exemplo, a diferença é bem grande. Então a utilização de CGI em certos momentos não é feito somente por uma questão de estética, mas também para conter certos pontos da obra e conter os gastos.

Outra questão é o fato de que fazer uma animação 2D de ponta a ponta demanda não somente um trabalho gigantesco e longo, mas também muito de uma equipe. O estúdio MAPPA caso optasse por isso, levaria muito mais tempo para adaptar a obra, do qual fugiria do cronograma exigido pelo comitê, como também demandaria de um esforço gigantesco de sua equipe.

E já tivemos casos de studios do qual realizaram más condutas de trabalho como foi a MadHouse, onde houve denúncias de ter colocado funcionários para trabalhar por mais de 200 horas e alguns até chegarem a desmaiar e terem que ser encaminhados para o hospital. E segundo a Associação Japonesa de Criadores de Animação um animador no Japão ganha em média 1,1 milhão de ienes (US $ 10.000,00) anualmente em seus 20 anos, 2,1 milhões de ienes (US $ 19.000,00 ) em seus 30 anos, e um meritíssimo 3,5 milhões (US $ 31.000,00) em seus 40 e 50 anos. A linha da pobreza do Japão é de 2,2 milhões de ienes.

O progresso da produção A, que atualmente está matriculado na produtora de animação “Mad House” de uma subsidiária da televisão japonesa conhecida por “Summer Wars” e “Girls that wear time”, alega horas extras não remuneradas, melhora as longas horas de trabalho e sofre assédio moral por parte da equipe. Ingressou no Sindicato da Empresa Negra para pedir desculpas. Eu me inscrevi para negociações em grupo hoje!

Levando tudo isso em consideração, por mais que a animação 3D ainda seja mal vista, e precise talvez de mais atenção nas animações japonesas, isso pode trazer novas oportunidades no mercado de animação japonês e uma melhor divisão no trabalho. E sim, teremos momentos ruins na animação, cenas que não irão atender as nossas expectativas e sempre teremos aquele sentimento saudosista para animações 2D, mas devemos pensar as vezes não somente no produto em si, mas nas pessoas por trás dele.

A animação desta quarta temporada de Shingeki no Kyojin tem momentos ótimos e de grande qualidade. Temos sim momentos em CGI que não são agradáveis aos olhos e também o design de alguns personagens diferentes do habitual, entretanto eu ainda sinto a emoção das cenas de luta, do combate e momentos épicos da obra, e para mim creio que isso no final das contas, seja o principal.

 

 

 

 

Qual a sua reação?

0
Incrível!
0
Gostei muito!
0
Amei!
0
Fiquei em Dúvida!
0
Simples
Cheudo Augusto
Nerd, Otaku, Gamer, Zueiro e tudo que há de bom! O criador do projeto Nerd Zoom, tentando levar os Nerds aonde nenhum fã jamais foi...