Muito está sendo comentado sobre as diversas mudanças que estão acontecendo dentro da Warner Bros. Discovery após o cancelamento do filme solo da Batgirl. Após o cancelamento, diversas notícias foram espalhadas sobre o que estava acontecendo, entretanto os principais executivos da Warner vieram a público falar sobre o que está acontecendo.

O Início de Tudo

Primeiramente devemos falar sobre os principais acontecimentos por trás da Warner Media e seu desmembramento. Em 2016 a Time Warner foi comprada pela AT&T (empresa de telecomunicações) por US$ 85,4 bilhões de dólares, adquirindo totalmente a empresa e suas propriedades intelectuais. Entretanto a grande reviravolta da história foi que nos anos seguintes diversos problemas ocorreram no estúdio, desde o problema com franquias como Liga da Justiça e também o aproveitamento de outros produtos. Em meio a isso, começou a crescer um dividendo que se agravaria nos próximos anos, mas foi nesse momento que a AT&T decidiu vender parte da Warner Media para a Discovery, que seriam HBOHBO MaxCNNWarner Bros.DC FilmsNew Line CinemaCartoon Network e mais algumas marcas. Enquanto isso, outras divisões como a de jogos ainda se encontram perdidas nessas transações.

As movimentações da nova gestão

Agora chegamos no início das movimentações da nova gestão por trás da HBO Max e Warner Media. O primeiro passo da empresa foi encerrar algumas produções de televisão, finalizando o Arrowverse que possuía séries como The Flash, Legends of Tomorrow e Batwoman sendo transmitidas. E também houve o cancelamento de Batgirl, um projeto que já estava em pós-produção e já havia sido gasto aproximadamente US$ 70 milhões de dólares. A principal justificativa por parte da Warner foi que o projeto não se adequava com os novos planos do estúdio, fora os gastos que estavam sendo acumulados com impostos e também que caso o filme fosse lançado, seria necessário gastar mais US$ 50 milhões com marketing e entre outros pontos. Todos da produção como diretores e atores foram surpreendidos pela notícia, onde outras pessoas da indústria como James Gunn e Edgar Wright mostraram solidariedade para a dupla de diretores. E olhando para a estratégia da empresa, foi um movimento para diminuir o dividendo e riscos, que ocasionou em um aumento no valores das ações da companhia. E outra movimentação também foi feita retirando alguns títulos da HBO Max e terceirizando eles para outras plataformas enquanto não surgia um novo serviço com a junção dos streamings, HBO Max e Discovery+.

Os rumores começaram a ser lançados após a confirmação do cancelamento, desde que ninguém estaria seguro e que outros projetos também estariam no meio dessa estratégia. Com isso ocorrendo, o executivo David Zaslav veio à público falar sobre o que estava ocorrendo e também transparecer um pouco melhor o que estava por trás destas movimentações.

Um novo streaming

O primeiro ponto, que era previsível foi o anúncio de um novo streaming que irá juntar a Discovery+ e HBO Max em um só. A nova plataforma chegará em Agosto de 2023 na América do Norte, e aqui na América Latina chega em novembro de 2023. Na Europa e Ásia a plataforma chega  em 2024 e após isso irá se espalhar para outras regiões.

As datas do lançamento do streaming que vai fundir HBO Max e Discovery+

O Futuro da DC nos cinemas e a saída de Walter Hamada

David Zaslav também falou um pouco sobre o futuro da DC nos cinemas e seu planejamento. Ele ainda comparou seu plano com o do Kevin Feige no MCU, dizendo que estão criando um “plano de 10 anos para a DC nos cinemas”.

Não lançaremos nenhum filme em que não acreditamos [no potencial]”, disse o executivo. “Nosso objetivo é fazer crescer a marca da DC, os personagens da DC”. Ainda durante a apresentação, Zaslav foi firme ao dizer que o estúdio focará “em qualidade. Nenhum filme será lançado antes de estar pronto. [Produções da] DC é algo em que podemos melhorar”.

 

O CEO também falou sobre os próximos projetos como Adão Negro, Shazam! 2 e The Flash dizendo que “são incríveis” e podem fazer “ainda melhor no futuro”. E após o cancelamento de Batgirl, de acordo com o The Hollywood Reporter, Walter Hamada não ficou contente com a situação, chamando um advogado para conversar com os executivos e agora saindo da presidência da DC Films após o lançamento de Adão Negro. Isso casa com a proposta que já estava sendo apresentada pela Warner Discovery de trazer um novo líder para a DC que agora terá o seu próprio estúdio separado dos demais. Alan Horn que foi presidente da Warner de 1999 até 2011 e também trabalhou na Disney, foi contratado como consultor pela Warner Discovery para auxiliar nos projetos futuros da empresa.

O que o futuro nos reserva?

Algo que fica claro nos últimos anos por parte da Warner, foi que ela infelizmente perdeu grande força com suas marcas. Desde o baixo rendimento de franquias como Harry Potter e Matrix, até o descontentamento por parte dos criadores com o acordo de lançamento simultâneo em streaming. Já outras divisões como HBO e suas séries conseguiram se manter firmes, mas as obras que era levadas ao cinemas se tornavam perdidas ou sem um direcionamento definido. A DC Films entra como um bom exemplo, onde por mais que tenhamos acertos como The Batman e Coringa, nunca houve um plano definido sobre esses projetos, criando uma colcha de retalho com as produções e alegando ser um “multiverso”.

Por mais que seja triste vermos o destino final que a produção da Batgirl teve, o ponto central é que cada vez mais os executivos anteriores estavam tentando remendar esse universo das mais diversas formas possível, e o Michael Keaton era uma chave central nisso. A minha aposta é que após o lançamento das atuais produções, a DC em si fará uma pausa e através da nova gerência surgirá novas franquias com novos atores. A DC Films está tentando se estabelecer desde o Homem de Aço, contudo nunca houve de fato uma estabilidade com as produções.

Entre outras produções da Warner como suas franquias de terror, o universo de monstros do Godzilla e entre outras serão também redirecionadas com a nova gestão. Já na HBO Max o investimento de acordo com Zaslav irá permanecer e aumentar.  O que nos resta esperar agora é os próximos capítulos dessa longa história envolvendo a Warner.

 

LINKS DE REFERÊNCIA:

Why HBO Max Removed 6 Streaming-Exclusive Movies, with More to Come

DC Films’ Walter Hamada Was on the Brink of Exit After ‘Batgirl’ Cancellation

Warner Bros. Discovery CEO Defends Axing ‘Batgirl’: ‘We’re Not Going to Put a Movie Out Unless We Believe in It’

DC Will Have 10-Year Plan Akin to Marvel’s Playbook, Says David Zaslav

HBO Max, Discovery+ to Merge Into Single Streaming Platform Starting in Summer 2023

Qual a sua reação?

0
Incrível!
0
Gostei muito!
0
Amei!
0
Fiquei em Dúvida!
0
Simples
Cheudo Augusto
Nerd, Otaku, Gamer, Zueiro e tudo que há de bom! O criador do projeto Nerd Zoom, tentando levar os Nerds aonde nenhum fã jamais foi...