Crítica

Crítica: The Witcher | Série entrega enredo fechado e pontual em seu primeiro ano