Comédia ‘One Day at a Time’ é cancelada pela segunda vez e Sony procura nova emissora para exibir a série

A saga de One Day at a Time continua. O tempo da ex-comédia da Netflix na ViacomCBS – incluindo os episódios de estréia no Pop e reprises na CBS...

A saga de One Day at a Time continua. O tempo da ex-comédia da Netflix na ViacomCBS – incluindo os episódios de estréia no Pop e reprises na CBS – chegou ao fim, pois o conglomerado se recusou a encomendar novos episódios da icônica série de Norman Lear. A produtora Sony Pictures Television – que encontrou com sucesso uma segunda casa para a série quando a Netflix a cancelou após três temporadas – planeja comprar a comédia. Fontes disseram ao site The Hollywood Reporter que o estúdio independente está mantendo conversas constantes com vários meios de comunicação enquanto procura por um terceiro exibidor para One Day at a Time.

Muita coisa mudou na Viacom no ano passado e infelizmente não estaremos mais no Pop. Obrigado a todos pela oportunidade de fazer a 4ª temporada. E adivinhem? Ainda estamos tentando a 5ª temporada. E se # ODAAT for o primeiro programa em 3 emissoras?“, tuitou o co-showrunner Mike Royce na terça-feira. A segunda showrunner, Gloria Calderón Kellett, acrescentou: “Não estou triste ainda, pessoal. Ainda temos esperança de achar uma nova casa para a série. Aguentem firme, meus amores. Vocês sabem que se eu cair, vou descer balançando este show (e elenco e equipe) que eu amo“.

A notícia chega quando One Day at a Time teve a sua quarta temporada interrompida pela pandemia causada pelo coronavírus. Na tentativa de encerrar a temporada, o canal Pop e a Sony encomendaram um especial de animação que foi ao ar em junho e serve, pelo menos por enquanto, como o último episódio da série. Pop é uma emissora de TV à cabo de propriedade da ViacomCBS, que resgatou a série para sua quarta temporada após o cancelamento da Netflix. Porém, após o fim de Schitt’s Creek , maior sucesso da emissora, e da decisão de abandonar todos os seus programas originais restantes, o canal Pop agora está oficialmente fora do ramo de séries originais.

A produção da quarta temporada – que foi encerrada em meio à nova pandemia de Covid-19 após completar apenas seis de seus 13 episódios – nunca foi retomada. Sony e ViacomCBS estavam em negociações para renovar a comédia para uma quinta temporada com transmissão na CBS All Access. Esse acordo foi frustrado por limitações contratuais que faziam parte do acordo original do programa com a Netflix, que determina quando outra plataforma de streaming pode filmar uma antiga série do seu catálogo. A Netflix não teria permitido que um streaming rival revivesse o programa estrelado por Rita Moreno e Justina Machado.

De acordo com fontes, o objetivo seria a CBS All Access transmitir uma quinta temporada em 2021. Porém, isso seria um ano antes do fim da restrição imposta pela Netflix. A CBS All Access inicialmente queria transmitir One Day at a Time para uma quarta temporada, mas não conseguiu chegar a um acordo devido às limitações da Netflix. Em seguida, foi parar no canal Pop e, após um acordo inédito, tornou-se a primeira série original cancelada pela Netflix a ser exibida por outra empresa. (Desde então, a comédia animada Tuca & Bertie – cancelada há um ano pela Netflix – foi resgatada para uma segunda temporada no canal Adult Swim, de propriedade da WarnerMedia). A Netflix precisaria autorizar a mudança antecipada de One Day at a Time para uma streaming rival.

One Day at a Time teve seu último episódio em live-action exibido em 28 de abril na Pop. Esse episódio, o sexto de um total de 13 episódios, estava entre dois que foram filmados sem o tradicional público ao vivo, antes do novo coronavírus ter forçado uma quase-paralisação de filmagens em toda a indústria. O especial animado One Day at a Time, que foi ao ar em 16 de junho após uma maratona da quarta temporada, foi o último conteúdo da série a ir ao ar no Pop. A comédia foi transmitida simultaneamente no Pop e na TV Land, também de propriedade da ViacomCBS. A série lançou sua quarta temporada para 607.000 espectadores no mesmo dia, com 457.000 na TV Land (que está presente em cerca de 15 milhões de casas a mais que o Pop).

A Netflix, assim como outros streamers, não libera dados de visualização tradicionais. O programa, que atraiu a atenção do Emmy para Rita Moreno, ajudou a solidificar ainda mais o Pop como uma emissora para as séries queridinhas da crítica, enquanto o ex-presidente da rede, Brad Schwartz, construía a atenção crítica em torno de Schitt’s Creek, já concluída. Juntos, os dois programas ajudaram a aumentar a audiência do Pop em 70% em relação ao ano anterior.

A CBS, que teve sucesso com comédias multicâmeras e foi a emissora original de One Day at a Time, abriu um espaço para a quarta temporada e exibiu esses episódios no início deste ano com audiência mediana.

Ainda assim, a Sony TV tem um histórico de encontrar novos lugares para seus originais cancelados e continua a acreditar na série, já que fontes próximas ao programa continuam otimistas de que um novo acordo pode ser fechado. Um obstáculo que a série pode enfrentar é a propriedade, já que muitas empresas de mídia estão comprando exclusivamente de seus estúdios internos, em vez de pagar altas taxas de licenciamento por conteúdo de fornecedores terceirizados. A Sony, é importante notar, é um estúdio independente que não possui um amplo serviço de streaming próprio ou qualquer tipo de plataforma linear.

O estúdio permanece protegendo One Day at a Time e, segundo fontes, chamou executivos da ViacomCBS para esclarecer o futuro da série no Pop após a decisão do conglomerado de cancelar a programação original da emissora. Em março, a ViacomCBS cancelou três originais anteriormente renovados – Florida Girls, Flack and Best Intentions – deixando apenas os episódios restantes da temporada final de Schitt’s Creek e One Day at a Time. As dispensas de toda a equipe de criação e desenvolvimento do presidente da Pop TV, Schwartz, se seguiram quando ficou claro que a emissora ia parar de investir em séries próprias. (Schwartz também não está mais com a ViacomCBS). Vale a pena notar que a Sony vendeu Cobra Kai para a Netflix depois que sua casa original, o YouTube, se afastou dos originais com script.

A decisão vem no momento em que a ViacomCBS está prestes a renomear o CBS All Access como Paramount +, e a plataforma de assinatura será um espaço para conteúdo de todo o portfólio da gigante da mídia, incluindo Comedy Central, MTV, BET e Nickelodeon.




Relacionados