Zoom em Quadrinhos | Desafiadores do Destino – Disputa por Controle: Uma obra épica, embora simples em sua essência;

Sem se comprometer com nada grandioso, Desafiadores do Destino mostra que não é preciso nenhuma história revolucionária para mostrar uma aventura empolgante e divertida

Atualmente, existem diversos universos nascendo a cada dia para contar novas histórias, mesmo que algumas delas tenham algumas ideias batidas, o artificio de uma nova mitologia enriquece o conceito de novidade cada vez mais pedida pelos fãs. Em alguns casos, a obra se sai acima da média, como é o caso de Desafiadores do Destino, mas fornece uma narrativa divertida e um tom de aventura delicioso.

Uma autêntica Graphic Novel brasileira, escrita por Felipe Castilho (Ordem Vermelha: Filhos da Degradação), desenhado por Mauro Fodra e colorida por Mariane Gusmão (Reparos), aonde a história se passa em uma ilha chamada: Falkland, que vive mergulhada em uma disputa territorial entre dois grandes reinos: Atlântida e Lemúria.

Com o intuito de instaurar uma trégua entre estas grande potências, a ORU (Organização dos Reinos Unidos) monta às pressas uma equipe para envia-los para o extremo sul do conflito, liderada pela misteriosa Lune Lafevre, que tem como integrantes: Uma mulher indestrutível, um gênio excêntrico que usou seu próprio cérebro em uma experiência envolvendo autômatos, um meio-atlante bilionário e um homem treinado nas artes de combate de todas as tribos indígenas das Américas, e neste ínterim surge uma ameaça que pode provocar o fim do conflito ou o fim do mundo.

O roteiro entrega exatamente o que promete: um blockbuster eletrizante com cenas épicas, e reviravoltas interessantes. Sem massagear o leitor, após uma breve parte introdutória, a história nos joga no meio da batalha, com cenas exuberantes de batalhas que alternam entre seres gigantes e monstros.

As linhas de dialogo servem para enriquecer a interação entre os personagens e é o principal artificio para os autores mostrarem a origem dos heróis, que na maior parte das vezes, atrapalha seriamente no ritmo da história, pois são encaixados durante as cenas de luta e isso causa uma pausa abrupta na sequência de batalha,sem contar que algumas são colocadas de forma tão gratuita que se tornam incomodas por si só.

Com traços e cores fortes, a arte dá um show à parte, com um nível de detalhamento espantoso, dita o tom e o ritmo da história com cenas exuberantes de tirar o fôlego, sem contar que ela se mescla de forma orgânica com o roteiro, proporcionando uma narrativa mais dinâmica do que em outros títulos.

Publicada pela editora AVEC, o encadernado de capa cartão contém toda a história em maravilhosas 64 páginas recheadas de ação e batalhas épicas, e tem um tratamento todo especial, fornecendo um material lindo de se ter em mãos.

No todo, Desafiadores do Destino é uma obra maravilhosa que vale a pena a aquisição, apesar das ressalvas, mesmo se colocada em comparação com outras obras lançadas neste período, podemos considerar ela como uma das melhores Graphic Novels publicadas este ano. Com um preço acessível e um formato lindo, é uma excelente aquisição para a coleção de qualquer fã de quadrinhos.

Mesmo sendo um leitura simplista de certa forma, ainda é uma excelente leitura e pode ser adquirida de forma fácil, através do link da nossa parceira Amazon, clicando aqui.

Desafiadores do Destino - Disputa por Controle
8.5
Desafiadores do Destino - Disputa por Controle
Bom
  • Arte fenomenal;
  • Roteiro simples que entrega o que promete;
  • Tem uma pegada de blockbuster muito bem feita;
  • Extremamente divertida e gostosa de ser lida;
Mal
  • Roteiro sofre interrupções que atrapalham no ritmo;
  • Roteiro
    7
  • Arte
    10
  • Cores
    10
  • Formato do encadernado
    7
Categorias
CriticasHQs/Livros | Criticas

Leitor e critico de quadrinhos desde tempos imemoriais, formado em logística (que nada a ver, não?), estudante de vestibulares e escritor nas horas vagas. Jornalismo loading...

RELACIONADOS