A Universal esbanjou US$ 400 milhões para adquirir os direitos de “O Exorcista”, com o objetivo de produzir uma nova trilogia de filmes para serem exibidos no Peacock, seu novo serviço de streaming. Ellen Burstyn, a atriz vencedora do Oscar que interpretou a mãe da menina possuída no original de 1973, vai repetir seu papel como Chris MacNeil.

David Gordon Green, o cineasta por trás do reboot de “Halloween”, também da Universal, vai dirigir a próxima franquia “O Exorcista”, que será produzida pela Blumhouse. A produtora se tornou célebre por produzir sucessos de terror de baixo orçamento como “Corra!” e “Uma Noite de Crime“, que desfrutaram de amplas margens de lucro devido a seus custos irrisórios.

O acordo é o mais recente de uma longa lista de grandes contratos assinados por serviços de streaming para adquirir direitos de franquias populares de cinema. Recentemente, a Netflix desembolsou mais de US$ 450 milhões pelos direitos de duas sequências de “Entre Facas e Segredos“; a Amazon gastou US$ 125 milhões por “Um Príncipe em Nova York 2” e mais US$ 200 milhões com a aventura de ficção científica protagonizada por Chris Pratt, “A Guerra do Amanhã”. Nos últimos meses, conglomerados de mídia como Disney, WarnerMedia e Viacom lançaram serviços de assinatura, e o aumento da competição gerou um boom para os criadores de conteúdo. Nesta corrida, a Peacock começou mal, incapaz de realizar projetos que gerem comoção entre o público, como “The Crown” (Netflix), “Ted Lasso” (Apple TV Plus) ou “The Boys” (Amazon Prime), mas a aquisição de O Exorcista deve ajudar a elevar seu perfil.

O primeiro filme da nova trilogia “O Exorcista” está planejado para estrear nos cinemas em 13 de outubro de 2023. Os dois longas subsequentes ainda não têm data de estréia, mas é provável que sejam lançados diretamente na Peacock.

A Blumhouse sempre teve uma parceria incrível com a equipe da Universal, e sou grato a Donna Langley e Jimmy Horowitz por acreditar na visão de David para o filme e por serem flexíveis com a distribuição, de modo que a equipe sinta o apoio de alto nível enquanto desenvolve o projeto. Eles estão comprometidos com a exibição nos cinemas e também com os espectadores do streaming ao trazer uma franquia empolgante como ‘O Exorcista’ para Peacock”, disse Jason Blum, CEO e fundador da Blumhouse. “Sou grato por trabalhar com David Robinson e a grande equipe da Morgan Creek nesta franquia icônica.”

O filme original de 1973 – “O Exorcista” – dirigido por William Friedkin, foi um sucesso comercial e de crítica, arrecadando US$ 441 milhões nas bilheterias globais. Ganhou 10 indicações ao Oscar e se tornou o primeiro filme de terror a ser reconhecido na categoria de melhor filme. O primeiro “Exorcista” é centrado em uma mãe (Burstyn) que contrata dois padres católicos para realizar um exorcismo em sua filha de 12 anos possuída por demônios (Linda Blair). O sucesso do primeiro filme gerou duas sequências nada emocionantes.

Juntando-se ao elenco está Leslie Odom Jr., aclamado por “Hamilton” e “Uma Noite em Miami“, cujo personagem rastreia Burstyn depois que seu filho fica possuído.

Não existe momento melhor para unir forças com a equipe da Peacock, reunir-se com a grande equipe da Universal e finalmente começar a trabalhar com meus amigos da Blumhouse nesta franquia clássica”, disse o produtor David Robinson em um comunicado. “David Gordon Green, Danny McBride, Scott Teems e Peter Sattler criaram uma continuação convincente desta história icônica e mal posso esperar para apresentá-la aos fãs de todo o mundo.”

Fonte: New York Times via Variety.