Ray Fisher, o ator que faz Cyborg em Liga da Justiça revelou que a história do seu personagem no filme deve representar pessoas que tem deficiências físicas. Com o lançamento do trailer final de Liga da Justiça amanhã (08) na New York Comic Con a ansiedade dos fãs para ver o resultado da produção só aumenta e mesmo que o filme tenha como o objetivo a construção dos relacionamentos entre os personagens, sua relevância no mundo real também não pode ser ignorada.

Em entrevista a Geek Magazine, Ray Fisher disse que tanto o roteirista Chris Terrio quanto o diretor Zack Snyder tomaram decisões muito conscientes na construção do Cyborg. E ainda acrescentou:

”Já houveram muitos fãs que me disseram, “Me identifico com Ciborgue porque também tive que amputar um membro.” É o tipo de coisa que quando você começa a ver, e ouvir, percebe a real noção do quanto o personagem é importante. Ele é mais relevante do que nunca no momento que estamos vivendo.”

Na mesma entrevista o ator falou sobre o fato do seu personagem, Victor Stone não poder se afastar de seu alter ego em nenhum momento diferente dos outros membros da equipe. Liga da Justiça chega aos cinemas no dia 16 de novembro.