A CW encomendou um episódio piloto para Batwoman, próxima aposta da DC na TV, estrelado por Ruby Rose. David Nutter (Game of Thrones, Arrow, Flash) foi chamado para dirigir o piloto que promete se tornar uma série da próxima fall season.

Com base em seu reconhecimento e pedigree, o projeto é uma parceria da Berlanti Productions (de Greg Berlanti), da Warner Bros. Television e da roteirista Caroline Dries e se tornou uma prioridade logo após a CW anunciar a aparição da personagem Batwoman no crossover anual das séries do Arrowverse. O projeto adquiriu uma escala ainda maior quando Ruby Rose, de Orange Is the New Black, foi anunciada como Batwoman há alguns meses.

O roteiro de Dries foi considerado ótimo pelos produtores e pela CW, o que tornou a encomenda por um episódio piloto iminente. Com a contratação de um diretor experiente como Nutter, a CW, Berlanti Prods. e a WBTV estão tentando replicar o sucesso da principal série da emissora, The Flash, que também teve um piloto dirigido por Nutter (na época, havia apenas um programa da DC, Arrow) .

Sinopse

Batwoman é a primeira série de super-heróis de ação a ter um protagonista LGBT. Kate Kane (Rose) voa pelas ruas de Gotham como Batwoman, uma lutadora de rua lésbica e altamente treinada, com o objetivo extinguir o ressurgimento criminoso da cidade. Mas não a chame de heroína ainda. Em uma cidade desesperada por um salvador, Kate deve superar seus próprios demônios antes de aceitar o chamado para ser o símbolo de esperança de Gotham.

Caroline Dries é a produtora executiva do piloto de Batwoman e trabalha em conjunto com David Nutter, Greg Berlanti e Sarah Schechter da Berlanti Productions. A produtora Mad Ghost Productions, de Geoff Johns, também participa.

Fonte: Deadline