Atrizes de Hollywood são acusadas de comprar vagas em faculdades americanas de prestígio

Felicity Huffman e Lori Loughlin estão envolvidas

De acordo com o site TMZ, as atrizes Felicity Huffman (Desperate Housewives), Lori Loughlin (Três é Demais) e outras 48 pessoas foram indiciadas por participarem de um enorme esquema de suborno envolvendo universidades de elite do país.

Documentos do processo mostram que as atrizes e os demais supostamente pagaram subornos elevados – de até US$ 6 milhões – para colocarem seus filhos em várias universidades, incluindo Yale, Stanford, Georgetown e a Universidade do Sudeste da Califórnia, a USC.

Lori Loughlin e seu marido, o designer Mossimo Gianulli, são acusados de pagar US$ 500 mil dólares à USC para que as duas filhas do casal fossem designadas como recrutas de uma equipe esportiva da universidade, mesmo com elas não participando das atividades. Isso, de acordo com a denúncia das autoridades, garantiria a vaga de ambas na instituição.

A atriz com seu marido e as duas filhas.

Recentemente, uma das filhas do casal divulgou um vídeo no youtube em que aparece falando sobre a entrada na universidade. A garota diz “não ligar muito para estudar” e que estava mais empolgada com as “festas e os jogos“. Dias depois teve que voltar atrás com um pedido de desculpas depois de sofrer acusações por ser “mimada” e “privilegiada”.

Já Felicity Huffman e seu marido, o também ator William H. Macy, supostamente pagaram US$ 15 mil dólares para que a filha prestasse os exames de admissão sozinha, sob a alegação de “deficiência”. Ela teve o dobro do tempo para responder as questões e um funcionário que também participava do esquema corrigiu as respostas posteriormente. O suborno foi camuflado como doação para a instituição. Apesar disso, apenas Huffman foi indiciada e está sob custódia das autoridades e terá de pagar uma fiança às autoridades para aguardar o julgamento em liberdade.

Resultado de imagem para felicity huffman william h. macy

William H. Macy e Felicity Huffman com suas filhas. A mais velha, Sophie, é quem está no epicentro de tudo. Deveria ter estudado não é?

As jovens alegam não saber do esquema que os pais supostamente participaram. Entre os indiciados também estão CEOs de grandes empresas, que também pagavam enormes quantias a um empresário de Los Angeles que gerenciava todo o esquema.

Fonte: TMZ

Categorias
DestaqueNotícias

RELACIONADOS