Zoom em Quadrinhos: História do universo Marvel | Um evento documental empolgante

Contextualizando todo o Universo Marvel de forma cronológica, Mark Waid faz um trabalho de fã para fã que empolga todos os leitores, tanto novos, quanto os mais antigos....

Sabe aquela premissa extremamente batida e que já foi usada tantas vezes que você não acha que tem para onde ir, mas de alguma forma resolvem ressuscitar ela como uma forma extremamente desesperada de organizar a casa? História do Universo Marvel é exatamente isso, apesar de ter uma boa execução.

Escrita por Mark Waid (Reino do Amanhã) e desenhada por Javier Rodriguez (Mulher-Aranha), a história mostra toda a cronologia do Universo Marvel pelos olhos de Galactus, um dos personagens mais emblemáticos da editora. Com isso Franklin Richards poderá levar este conhecimento para o próximo universo a nascer, já que o atual se encontra à beira do fim.

Este tipo de premissa não é nova, e já foi utilizada em outros dois especiais: Terra X, publicada em 1999, escrita por Jim Krueger (Justiça) e desenhada por Alex Ross, que conta um futuro distópico, utilizando como pano de fundo a história do Universo Marvel para contar como tudo chegou até aquele ponto. O outro momento em que foi utilizado, foi no especial: Marvels, publicada em 1994, escrita por Kurt Busiek (Astro City) e também desenhada de forma extraordinária por Alex Ross, que conta a trajetória do singelo fotógrafo Phill Sheldon, pelos fatos mais emblemáticos da editora.

Ambas as revistas, se fixam na ideia de contar os fatos que aconteceram dentro da editora de forma razoavelmente linear para contextualizar o leitor, seja ele novo ou antigo, atiçando os novos leitores a buscarem mais material para consumir, ou até mesmo incentivar o sentimento de saudosismo dos fãs de longa data.

Apesar da premissa da história ser extremamente batida, o desenvolvimento tem um estilo totalmente diferente. Mark Waid se propõe a documentar os fatos mais relevantes do Universo Marvel e não contar uma história através deles. Uma prova disto é que grandes momentos da cronologia são contados geralmente em uma página, concedendo uma fluidez muito boa para a narrativa.

A relação de Franklin Richards e Galactus serve para dar um pano de fundo para a proposta, e ditam geralmente o tom da trama. Mas o que chega a ser irônico é o Devorador de Mundos tomar o lugar que costuma ser do Vigia, pois em muitos anos de editora, quase nenhum autor teve a sacada dele ser um arquivo vivo de tudo o que aconteceu dentro Universo Marvel.

Os extra valem o valor de uma edição apenas com eles, contendo um material extremamente rico e vasto da cronologia capaz de deixar qualquer fã enlouquecido. Fora que pode servir como referência para os novos leitores irem atrás das sagas originais e lê-las em toda a sua magnitude.

A arte de Javier Rodriguez é competente dentro da proposta e proporciona um dinamismo realmente instigante nas páginas, se valendo de transições de quadros bem criativos, o que acaba resultando em uma narrativa ágil que age muito bem com o roteiro, cativando o leitor.

Este encadernado reúne as edições History of The Marvel Universe 1-6, mais extras muito ricos, em 240 páginas. Com o formato 17 x 26 cm, possui capa dura, como de praxe em publicações deste tipo, pelo preço de R$ 72,00, que como disse anteriormente, valeria já pena só pelos extras extremamente ricos.

História do Universo Marvel, consegue entregar uma obra documental extremamente competente e bem feita, que gera curiosidade nos leitores de longa data e de quebra consegue atrair novos consumidores para este universo tão rico e vasto que é a Casa das ideias. Vale ter na coleção como um objeto de estudo e curiosidade.




Amante de filmes e quadrinhos desde que me conheço por gente, existindo numa vida dirigida pelo Stanley Kubrick e roteirizada pelo Grant Morrison.

Relacionados