Em um segmento para a revista GQ, o ator também escolheu os seus melhores trabalho, com um deles lhe rendendo uma indicação ao Oscar.

Will Smith diz que fica dividido ao pensar sobre o seu melhor filme – mas não há dúvidas para o ator quanto ao seu pior longa.

Em um segmento recente da popular série da revista GQ, onde estrelas usam perfis falsos para responder a comentários sobre si mesmas na internet, Smith falou o que considera o melhor e o pior trabalho de sua ilustre carreira.

Para o melhor, acho que é um empate entre o primeiro Homens de Preto e À Procura da Felicidade”, disse Smith. “Por razões diferentes, esses são dois filmes quase perfeitos.” Homens de Preto foi um enorme sucesso de bilheteria que gerou uma franquia. Já À Procura da Felicidade também foi um sucesso, mas o mais importante, deu a Smith uma indicação ao Oscar.

Mas qual o pior filme para o ator? As Loucas Aventuras de James West.

A revelação provavelmente não será uma grande surpresa para a maioria dos fãs; o filme de 1999 foi espancado pela crítica, fracassou nas bilheterias e arrematou oito indicações ao Prêmio Framboesa de Ouro, ganhando cinco.

As Loucas Aventuras de James West é um aborrecimento”, disse o ator com uma risada. “Serve para eu me assistir com os amigos…Eu não gosto disso.”

No filme de comédia e ação dirigido pelo cineasta de Homens de Preto, Barry Sonnenfeld, Smith e Kevin Kline estrelaram como dois agentes do Serviço Secreto dos EUA trabalhando juntos para proteger o presidente Ulysses S. Grant no oeste americano.

Voltando a À Procura da Felicidade, Smith fez um comentário questionando como ele poderia ter sido preterido para o Oscar de melhor ator naquele ano.

Ding, ding, ding”, disse Smith. “Sim, boa pergunta. Vamos enviar isso para as autoridades competentes. ”

Naquele ano, Forest Whitaker venceu por O Último Rei da Escócia. Também foram indicados Leonardo DiCaprio por Diamante de Sangue, Ryan Gosling por Half Nelson e Peter O’Toole por Vênus.

Veja o segmento abaixo: