Oito anos sem Roberto Bolaños, o criador de Chaves e Chapolin Colorado.

Roberto Gómez Bolaños, conhecido no Brasil pelos humorísticos Chaves e Chapolin, além do programa Chespirito completaria 98 anos em 2022. Bolaños foi um dos maiores nomes da comédia e da dramaturgia em todos os tempos, e um ícone da cultura popular latinoamericana.

O apelido “Chespirito” significa algo como “Pequeno Shakespeare”, uma alusão à incrível criatividade, versatilidade e habilidade narrativa de Roberto.

Hoje se completam oito anos da partida do gênio da comédia, criador de alguns dos programas mais amados por toda a América Latina, por isso o Nerd Zoom deixa aqui sua homenagem, contando 5 curiosidades sobre Bolaños.

Carreira Musical

Entre 1958 e 2000, Bolaños desenvolveu uma série de trabalhos musicais, tendo passado por gravadoras como Polydor, Polygram e Phillips.

Engenheiro

O artista se formou em engenharia mecânica pela Universidade Autônoma do México, mas nunca exerceu a profissão por conta de se dedicar à sua carreira no rádio e na TV.

Filho de artista

O pai de Roberto, Francisco Gómez Linares era pintor, ilustrador e cartunista. Francisco, no entanto, faleceu em 1935, vítima de um derrame cerebral.

Tiro na mão

Em Abril de 1973 Bolaños acertou acidentalmente um tiro na própria mão. O ferimento o afastou das gravações por oito semanas, o que obrigou a televisão a exibir reprises de seus programas por algum tempo. 

Aulas de português

O elenco do seriado Chaves fez diversas turnês pela América Latina entre os anos 1970 e 1980, no entanto jamais se apresentaram no Brasil, principalmente pela questão do idioma. Roberto e outros membros do elenco chegaram a fazer aulas de português com o intuito de viabilizar as apresentações, mas o momento político do país afastou o grupo do país.

Qual a sua reação?

0
Incrível!
0
Gostei muito!
0
Amei!
0
Fiquei em Dúvida!
0
Simples