Pantera Negra foi o primeiro herói negro a aparecer nos quadrinhos não como coadjuvante e sim como personagem principal, algo de bastante impacto na época, já que a apenas dois anos antes havia sido aprovada as Leis de Direitos Civis nos Estados Unidos, sendo considerado um grande ícone cultural até hoje. Sua primeira aparição foi no título da principal equipe da editora Marvel: Fantastic Four #52-54, aonde a família viaja para as terras de Wakanda com objetivos exploratórios, e após serem encurralados pelo seu regente, e após mostrar toda a sua habilidade para os heróis, conta a história de Garra Sônica (seu pior inimigo) que quer de qualquer forma roubar os tesouros de seu país.

Quem é o Pantera Negra? conta a origem do herói com mais riqueza de detalhes, como ele assumiu o trono, como a nação de Wakanda se tornou uma super-potência tecnológica e suas motivações para se manter isolada do resto do mundo, sem contar no primeiro embate físico com seu antagonista. Após T´challa assumir o trono, Garra Sônica reúne um grupo de super-vilões com o intuito de invadir a nação do Pantera Negra e desestabilizar tanto a nação, quanto o rei, se valendo da ambição de vários países para possuir a tecnologia de Wakanda.

Reginald Hudlin (Casa dos M: Wolverine) constrói um enredo com forte cunho politico para mostrar o quão gananciosas são as nações quando se trata de adquirir mais poder, além de algumas críticas a religiões, sem contar no aprofundamento dos costumes da nação e seu aprofundamento nas origens do herói, enriquecendo de detalhes diversos eventos que até então eram obscuros para o público. O controverso Jhon Romitta Jr. (Homem-Aranha: De Volta ao Lar, DC Renascimento: Grandes Astros Batman) consegue acompanhar a narrativa com cenas de tirar o fôlego e muito bem feitas, dando um ar ainda melhor para a história.

A narrativa se desenvolve muito bem quando se trata do personagem principal, porém peca em mostrar vilões com motivos razoáveis e o acabamento de seus arcos foram feitos de forma bem precárias, sem contar em um final tão abrupto que aparenta que foi interrompido na metade, entretanto com uma forte discussão política sobre o capitalismo, e como a política é algo frágil. A história também inseriu diversos personagens novos, como: Shuri, a irmã mais nova de T´challa.

Apesar dos problemas, Quem é o Pantera Negra? é uma excelente leitura para uma melhor imersão na mitologia do personagem que tem a sua primeira aparição em um filme solo nos cinemas esta semana, no dia 15 de fevereiro.